Google Translate

sexta-feira, 24 de maio de 2013

A Mulher Hemorrágica

A Mulher Hemorrágica
Caminhar por estas ruas, carregando em mim o medo, a certeza que serei descoberta como impura que sou, por causa de minha enfermidade, pesa tanto em mim!
Quem me dera encontrar o Mestre e ao menos tocar em suas vestes, eu sei que ficaria curada.
Senhor Deus Altíssimo, permita-me encontrar Aquele que tem o Poder de restaurar vidas, de trazer curas as dores alheias, de trazer paz aos corações feridos.
Nada sou. Sou apenas uma mulher ferida.
Quero tanto ter minha saúde de volta, quero de novo ver brilhar os olhos daqueles que me amam e hoje temem por minha sorte.
Se sou notada, se alguém me descobre, estou perdida!

Que barulho é este?
Por qual motivo esta multidão se aperta?
Ora, parece-me que o Altíssimo ouviu meu clamor desesperado.
A turba clama por Jesus, muitos o exaltam.
Será esta minha oportunidade?
Como farei para falar com Ele?
Arrastar-me-ei se preciso for, mas vou tocar-lhe as vestes e sei que serei curada.
O povo me aperta, alguém me pisou. Tenho que permanecer em minha busca.  Vou tocá-lo.
Vou em silêncio.
Ninguém pode me notar...

Já o vejo entre a  multidão.
Mais alguns passos!
Como me espremem!
Ainda tenho Fé. Tão fraca agora, tão perdida me sinto...
Como é difícil!
Outro passo!
Estou perto!
Que força Sua Presença emana!
Minhas mãos ainda não o toca...
Alguém me ultrapassou...
Ainda insisto. Sei que serei curada.

E se Ele me notar?
Não! Há tantas pessoas à Sua volta. Ele nem sentirá!
É Ele!
Mais um passo, um único passo...
Como demorou...
Agora alcanço.

‘’ E ela o tocou!
E Dele saiu virtude.
Ela foi curada!
Postar um comentário