Google Translate

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Respeito adquire-se com a convivência

Respeito adquire-se
Respeito adquire-se com a convivência
Elisabeth Lorena Alves
Já diziam os antigos que respeito recebe quem tem pelos outros e isto é verdadeiro, afinal é com a convivência e com o respeito que adquirimos respeito. Respeito é o único bem cuja a moeda de troca é ele mesmo.
Só que é mais difícil os pais respeitarem os filhos do que os filhos respeitarem os pais, mas o resultado sempre é desastroso para toda a família, pois gera o desrespeito dos filhos contra seus pais.
Este desrespeito é gerado quando os pais esquecem-se de que deve sempre, ao longo da vida familiar incentivar os sentimentos diversos, os costumes corretos que deverão pautar a convivência do núcleo familiar central e mais tarde o estendido. Filhos e netos respeitosos adquirimos quando nossos filhos são ainda nenéns em seus berços. Muitos pais permitem que seus filhos, quando muito novos, batam-lhe no rosto, gritem com eles e não tenham nenhum tipo de cerimônia com eles, assim, quando os filhos crescem, tornam-se desrespeitosos, querendo sobressair-se aos seus genitores. Erro que atravessará gerações.
A Bíblia nos apresenta alguns versículos basilares para que alcancemos o respeito de nossos filhos e das pessoas que nos rodeiam: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira"(Provérbios 15:1) "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teu dias na terra que o Senhor teu Deus te dá" (Êxodo 20:12), "O coração do justo medita no que há de responder, mas a boca do ímpios jorra coisas más" (Provérbios 15:28), e Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo (Colossenses 3:20-21).
Observe se tens ensinado seu filho no caminho que deve andar -e não estamos hoje falando do Evangelho – estamos falando das fundações que firmam os alicerces de sua família. Tens evitado responder com ira ou procuras falar com eles com respeito e amor? Meditas no que responderá ou seus lábios são como uma panela de pressão que ferve até fora do fogo? Entendes que é necessário manter a paz de seu lar, evitando resolver os problemas nos momentos de pressão e destruindo com seu desespero, não só a chance do diálogo como também instituindo a falta de respeito?
Não exija de sesu filhos o que não os ensinou. Eles serão diferentes do que você pensou. Isto por total falta de investimento em respeito e amor.
Dar tudo o que você não teve na infância não vai criar um filho satisfeito, gerará sim adultos mimados, sem respeitos pelas demais pessoas e vivendo de forma errada. Entenda bem, não estamos dizendo que tem negar algo a seu filho. Na verdade o que é necessário é que ele possua outros bens além dos materiais, bens que se perpetuam, tais como: amor, fidelidade, respeito, cordialidade, paciência e muito mais, Uma pessoa sem limites éticos e morais não sabem nunca até onde pode ir.
Quando ensinamos com verdade algo a uma pessoa – seja ela filho ou outra qualquer – o resultado é tríplice: Ouvido (e apreendido),
aprendido e seguido.
Quando este aprendizado esta relacionado ao convício com outras pessoas, os resultados são futuros, mas também imediatos.
Exercite o equilíbrio de suas emoções, só assim poderá semear o respeito e a gratidão em seus filhos e trabalhando para que a Sociedade adquira resultados compensadores,criando uma população digna se ser chamada de 'Humana'.
Durante o processo de educação de seus filhos, pratique a oração, conte sempre ao Senhor tudo o que te prejudica, tudo o que entristeça sua vida e peça Sabedoria ao Senhor. Quando oramos de forma clara ao Senhor, ele nos dá a sabedoria necessária para continuarmos nossa luta.
Postar um comentário