Google Translate

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Casamento - Caráter versus Embalagem

Amor ou interesse? Casais aparentemente diferentes Escrever mensagens lindas sobre conteúdo é muito louvável, mas quando parte para escolher alguém para dividir a vida, escolhem uma embalagem sem precedentes e só.

Como conselheira de casais - e não sei porque me procuram tanto - vejo sempre que os problemas que ocasionam as brigas, as quebras de aliança e as decepções e divórcios são causadas pelo início errado do casamento.
Homens e mulheres não sabem o que querem um do outro quando ficam juntos. Mas depois, os problemas aparecem e eles afundam em tristezas.

As pessoas precisam olhar para dentro delas e reconhecerem quais são suas verdadeiras necessidades para encontrar um parceiro.
Se você é baladeiro, vai ter que encontrar alguém que entenda isto.

Se você deseja ser pastor, vai ter que encontrar alguém que entenda isto.

Se você gosta de ficar em casa, vai ter que encontrar alguém que se satisfaça com tua companhia.

Você gosta de ler, tomar um bom vinho e casa com uma pessoa que adora uma pizaria e um shopping, pode saber que vai afundar este barco.

O tal jugo desigual serve para isto.

Tem muito jovem que vai a Igreja, mas não quer compromisso com a Obra, mas se você quer ficar com ele, saiba que seu ministério pessoal vai ser abortado. Nunca vai chegar aonde quer com uma pessoa que não te acompanha. Isto porque quando as lutas surgirem e elas surgirão, você não vai encontrar em seu casamento o apoio e a palavra necessária que te fará perseverá memso frente as dificuldades.

Nosso companheiro deve ser o primeiro a nos animar, mas se não vive o mesmo propósito, vai nos desanimar, vai sempre mostrar o que estamos perdendo doando nossa vida por algo que ele não acredita, não importando-se com o que nos motiva.

Quanto a você que agora me lê, diga-me: O que você quer da vida?
E se já fez a escolha e descobriu que foi errada, responda-me: E agora?

Para quem não embarcou em uma furada, vale  prevenir para que não venha entrar nesta onda.


(...)
Me pergunto: Como assim temprocurado uma mulher perfeita? Tem procurado uma modelo, uma perfeição estética.
Acho que as pessoas precisam parar de ser estúpidas e assumirem que na hora de escolher uma esposa, o que não importa em nada mesmo é o caráter e sim a embalagem.
Agora, você que já o trem já partiu da estação: Prepare-se o caminho é longo e tu vai ter que seguir viajando com o parceiro escolhido. Assim, comece estudando as possibilidades. Comece a lembrar que amor é uma escolha, uma ordem e sendo assim, coloque em prática.

E, boa sorte!
Elisabeth Lorena Alves
Postar um comentário