Google Translate

terça-feira, 2 de agosto de 2011

A Importância da oração

Hoje vamos falar de oração. A Devoção, reflexão e diálogo é necessário quando falamos em nossa comunhão com Deus.
Orar é uma  é uma tarefa pessoal e intransferível. Só você pode orar.
E o que orar?
Geralmente depois de uma pergunta vem respostas gigantescas, livros e tratados sobre o assunto. Ninguém consegue responder nada com a mesma clareza que faz uma pergunta. E nesta perde-se o sentido da pergunta e o interesse pela resposta. E parece a você que vou me estendendo? Mas não é esta a minha intenção. Esta resposta é fácil de responder. E vou usar uma canção infantil - a letra pelo menos - para te dar a resposta esperada:
"Falar com Deus é orar, 
/é com o Senhor vou conversar,
/ agradecer ou pedir bençãos
/ em nome de Jesus
/Em nome de Jesus"

Existem por certos tratados imensos sobre oração, mas aprendi que Deus se relaciona com as pessoas de porte simples, que sabem tocar seu coração com orações curtas e objetivas.
Jonas 2 -2 ao 9 retrata a oração do que costumamos chamar de Profeta Fujão, se observar bem, apesar de ser uma oração direta e poética, é um pouco sem sentido pra o perfil que conhecemos por prece.
Afinal as pessoas dizem tantas coisas sobre oração. Assim como conversamos entre nós, e mulher sabe bem como conversar, orar é falar como Deus. É contar pra Ele aquela coisa que a gente não conta nem para o melhor amigo, afinal, contando ou não Ele esta vendo mesmo.
Há na Bíblia exemplos maravilhosos de intimidade com Deus. Você prestou atenção? INTIMIDADE. Tenho algumas amigas e falamos de tudo, rimos, choramos, trocamos idéias e algumas delas, me conhecem tão profundamente que conhecem minhas máscaras. Isto é o que? INTIMIDADE.
Na minha cabeça, ainda em Jonas, ele foi um dos profetas  que teve grande intimidade com Deus.

  • Deus falou com ele - Vai a Nínive e fala a verdade sobre eles (1-2)
  • Ele conhecia Deus, tanto que declara: Não foi isto que falei ao meu coração quando estava na minha casa; (...) como o Senhor demora a se irar, eu sabia que ia ter misericórdia deste povo.
  • Ele falou com Deus - Na verdade, ele irou-se e irado dirigiu-se ao Senhor falando de sua insatisfação porque o Senhor perdoara Nínive de seu pecado, depois que o povo se arrependeu e mostrou seu arrependimento, mudando os rumos. O negócio ficou feio mesmo, porque jonas nem acreditou no arrependimento deles.Diz a Bíblia que ele saiu de perto deles, assentou-se a sombra e ficou esperando para ver o que ia acontecer, não antes de ter pedido a  morte a Deus. 
Então Jonas saiu da cidade, e sentou-se ao oriente dela; e ali fez uma cabana, e sentou-se debaixo dela, à sombra, até ver o que aconteceria à cidade..
  • Deus brincou com Jonas - Fez nascer uma aboboreira, permitiu que um verme destruísse a árvore, depois questionou Jonas se era certo ele se irritar com aquilo. E Jonas alegou que sim, pois se angustiara até a morte. Leia o que Deus disse adiante a Jonas, ao confronta-lo com a realidade vivida pelo profeta nesta situação: E não hei de eu ter compaixão da grande idade de Nínive em que estão mais de cento e vinte mil homens que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?
Todas estas situações se sucederam pela intimidade que havia entre Jonas e o Senhor.

Curiosidade

Você pode se perguntar então, mas e até chegar a este ponto? Outro dia perguntei a uma amiga algo sobre quando ela me viu a primeira vez, o que ela sentiu ao me ver por perto, estas coisas e ela respondeu que teve curiosidade. Então é isto que as pessoas sentem ao conhecer umas as outras? Ótimo! se você está querendo orar já passou da fase da curiosidade. Vamos para o próximo passo.

Deus deu o primeiro passo

Perguntei para minha amiga - desta vez ela me processa - e depois da curiosidade, quem deu o primeiro passo? Ela disse que foi eu - mas fica a dúvida, sou mais tímida que uma toupeira e tenho problemas de aproximação  - mas continuemos. Jesus deu o primeiro passo. Na verdade Ele fez mais, transformou-se no Caminho. Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

Depois do Primeiro passo...

Ainda a minha amiga. Perguntei a ela - isto é eu dissecando a relação, não tem casamento pra fazer DR, a gente discute a relação com as amigas - e depois que dei o primeiro passo, o que aconteceu? Ela respondeu que a gente começou conversar e, hoje, a gente só não conversa na igreja porque isto eu não faço mesmo, mas antes e depois do culto a gente conversa, na minha ou na casa dela e, não satisfeitas, conversamos no orkut, no Facebook e, se o tempo permite a té no MSN. Porque estou falando isto? Porque orar é conversar. É literalmente escancarar, mas tornar público nossos anseios,necessidades e segredos aos pés do Senhor. Detalhe: Não precisa ajoelhar, você pode orar desempenhando toda e qualquer atividade humana.Andando,  na rua, lavando louça e qualquer outra atividade que se apresentar.

A intimidade vem da convivência, com algumas pessoas nos tornamos cúmplices logo, com outros demoramos, mas Deus tem pressa de se relacionar conosco.

Claro que aqui poderíamos falar de Ana e sua oração e resposta imediata. De Elias e muitos outros, mas pensemos em Jonas apenas. Em tudo o que aconteceu. Muitos, depois dos personagens bíblicos, figuram na Galeria da fé como homens e mulheres de oração.

Postar um comentário