Google Translate

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Filhos, Pessoas e Coisas

Filhos, Pessoas e Coisas

Filhos

Observe a sua volta e veja que tipo de pais você conhece. Observe também que tipo de pais tiveram os jovens delinquentes que você conhece na sua rua ou cidade. Pais permissivos geram filhos sem limites e pessoas sem limites não sabem até onde podem ir, assim ultrapassam as barreiras do imaginável. Filhos que são criados sem disciplinas acabam precisando ser disciplinados pela vida.
Costumeiramente, os pais deixam a educação de seus filhos a cargo de Estado, permitindo que estes sejam matriculados nas Escolas sem conhecer valores como respeito aos mais velhos, traquejo social e o que chamamos de modos. Assim os filhos chegam a Escola sem respeito aos professores e ainda muito jovens ainda já apresentam problemas de convivência com estes e com os colegas.
Nesta onde de bulling por exemplo, no passado os alunos brincavam com as diferenças dos outros, mas nã havia agressão e a maioria dos pais defendia a honradez e a educação e não a violência de seus filhos, assim sendo defendiam as vítimas das brincadeiras infantil das suas proles e não ficavam a favor da maldade, viesse ela de onde fosse.
Nos anos 60 por exemplo, quando uma criança tirava péssimas notas, a cobrança dos pais era com os filhos, hoje é com as professores que os pais encrencam. Veja que tipo de exemplo dão?
A Educação de nossos filhos é NOSSA responsabilidade.

Os Pais são os verdadeiros educadores, os professores tem o dever de ensinar apenas, passar conhecimento específico e ensinar as crianças a formar ideias e pesquisarem. Se mandamos para a Escola filhos despreparados - para esta função - não podemos cobrar desta Instituição o que é nossa responsabilidade.Os professores são preparados para auxiliar no crescimento intelectual de nossos filhos e não na Educação, na formação do caráter.
Ou tomamos rédea da educação de nossos filhos ou teremos problemas com eles. É a consequência de educarmos mal.
Quando todos entendermos isto, teremos uma Sociedade repleta de pessoas nobres e a decência e a moral deixarão de ser um fenômeno e voltará a fazer parte da normalidade da Sociedade.

Quando não educamos nossos filhos e esperamos que a Escola o faça, entregamos ao Ensino pessoas despreparadas para recebê-lo e por isto mesmo o Conhecimento passou a ser considerado um peso aos nossos jovens.
Os pais dão extrema liberdade aos filhos, mas esquecem de ensinar que esta sempre vem com responsabilidade. Liberdade sem responsabilidade gera seres irresponsáveis e prováveis criminosos, afinal, sem conhecer limites, estas pessoas para conseguir seus objetivos vão as últimas consequências.
Hoje nossa Sociedade esta cheia de pessoas que acreditam que os fins justificam o meio e a cada dia os mais jovens vão se tornando pessoas próximas a marginalidade. Infelizmente a Sociedade não entende isto e acaba acreditando que a Justiça pode ser manipulada, por exemplo. Na verdade cobra-se justiça mas quando são os injustiçados, agora quando os injustos ou criminosos estão dentro de suas casas e recebem o nome de filhos, por exemplo, ai a Justiça pode ser manipulada e os direitos do próximo, sejam estes quais forem podem ser violados.
Não percebem que cada vez que assim agem estão dando novos exemplos negativos aos seus filhos e estão construindo uma Sociedade doente.
NA verdade as pessoas esquecem que cada filho criado de forma certa ou errada, reflete na Sociedade, já que esta é fruto de nossas atitudes, a criança de hoje é o líder de amanhã, se bem criado, será um bom líder, já criado de forma desleixada será o cabeça das gangues sejam elas de rua ou das Casas de Lei do país.
É fácil culpar os outros pelo erro por nossos erros, difícil é reconhecer que estes acontecem porque deixamos de lados as nossas próprias responsabilidades, deixando-a a cargo de pessoas que tem outros deveres para com a Sociedade e para com nossos filhos.
A Bíblia diz que devemos disciplinar nossos e sendo assim, este de fato é nosso dever e devemos fazer o que estiver ao nosso alcance para atingir este objetivo.
Que cada pai que leia esta mensagem ou tenha acesso a ela possa enxergar que há muito a ser feito e está é a hora de colocarmos a mão na consciência e mudarmos de atitudes.
Devemos deixar de dar coisas para nossos filhos e dar exemplos. Afinal, se nossa Sociedade esta coisificada e as pessoas amam coisas (objetos,televisores, computadores e carros) e usam pessoas. A culpa é toda nossa.
Que possamos valorizar mais o ser humano que há em nossa casa, que é nossa responsabilidade, criando-o de tal forma que ele possa se orgulhar de amar pessoas e não se importar de possuir coisas.
Boa Semana!
(Baseado em Ensino para a Família – do Pastor Sérgio)
Postar um comentário