Google Translate

domingo, 10 de junho de 2012

O Casamento de seus sonhos - Parte II

O Casamento que você sonhou
Parte II


Saber o que fazer para manter uma relação em pé nem sempre significa entender como colocar em prática teorias, transformando-as em atitudes que de fato vão impactar seu casamento. Até porque na teoria sempre é mais fácil que a prática.
Em teoria, todas as regras que existem são fáceis para mudar uma situação, mas quando pegamos aquele amontoado de palavras nos vemos perto de um ataque de nervos, principalmente quando transformá-las em atitudes requer tempo, paciência e muito sacrifício. Infelizmente esquecemos que os valores como respeito, integridade, amor e confiança deixaram de fazer parte de todas as instituições humanas e a falta que tudo isto faz à Sociedade é gritante, transforma-nos em em seres individualistas, totalmente orgulhosos.
O orgulho é sem dúvida um dos maiores problemas da nossa Sociedade. Estamos cercados de pessoas totalmente individualistas, que tem em seu umbigo o centro gravitacional e isto já é uma constante na Sociedade, esta inserido principalmente nas mulheres, já que ao longo dos anos a maioria tem se embrenhado em uma luta de gênero, para mostrar que tem direitos iguais que os homens. Direitos iguais de sermos idiotas – não que todo homem seja idiota, claro – mas o que as ditas mulheres liberadas conseguiram com todas estas lutas? Multiplicar a sua carga horária no trabalho, aumentar suas tarefas e responsabilidades intransferíveis (mãe, esposa, dona de casa) e, claro, a tão aclamada liberdade, onde as mulheres repetem os erros do homem, que onde a maioria mais se iguala.
O problema todo é que esta busca por esta liberdade acaba por tornar o individualismo algo natural e assim chegamos no âmago da questão: Individualismo mata.
O Individualismo mata a família desde a semente, já que é deteriorada sempre que os responsáveis por ela priorizam suas opções pessoais em detrimento da família. Sim, a maioria das escolhas ditas como pessoais acarretam em prejuízo para a família!
Alguns equívocos cometidos pela esposa cristã:
  • Ninguém pode destruir meu ministério – Claro, ninguém pode mesmo, só você! E o faz quando afirma que fazer a Obra de Deus é mais importante que criar filho e seduzir seu marido. Ganhar sua família para Cristo com suas atitudes é cumprir seu ministério.
    Enquanto a maioria das irmãs não entender isto, a Escola receberá sempre os filhos dos cristãos com reserva, pois em sua maioria são desajustados, sem limites, sem respeito.
  • Primeiro a Casa de Deus e se sobrar tempo minha casa – Que foi mesmo que Paulo disse sobre os obreiros? Que eles deveriam ser analisados enquanto pais pois se não são capazes de cuidar dos seus – que preferencialmente ama – não seriam capazes de cuidar das coisas de Deus. Aqui despenca a base antibíblica de “livre interpretação” de Buscai primeiro o reino de Deus, afinal cuidar da sua família é priorizar o Reino de Deus, pois este, como a nossa Sociedade, é constituído de pessoas e, detalhe, a Família é prioridade de Deus. Afinal foi Ele quem constituiu a família.
    Cuidar da sua casa é prioridade. Cuidar em todos os sentidos.
  • A sedução é pecado? – É sim e Não é. É sim, assim como abandonar seu lar a própria sorte esperando que Deus transforme sua família pela Palavra sem que ela conheça as Verdades que deveriam se explícitas em suas atitudes.
    Não é pecado a sedução – Já leu o Livro de Cantares? É um manual de sedução. Ali o sábia retrata situações claras de sedução e estava direcionando a uma de suas esposas. Então, querida – querido - acorda aí e começa a prestar atenção em seu parceiro. Descubra o que seduz – ou redescubra, afinal você fez algo que os aproximou a princípio.
Postar um comentário