Google Translate

terça-feira, 19 de julho de 2011

Cuidado com quem você partilha sua intimidade - Sua vida é particular

            Já ouvi pessoas dizerem que não entendem porque os cristãos partilham sua vida particular com Conselheiros Matrimoniais e Pastores.Alegando que estamos partilhando nossos problemas com seres humanos. Estas epssoas, geralmente, são aquelas que deixam seus setores vazios por horas até, para confidenciarem sobre suas vidas com os colegas de trabalho.
           Para mim, ai está o erro.Primeiro você não pode roubar o tempo de seu empregador, que paga por sua hora de trabalho. Quando você deixa  seu trabalho para conversar esta lesando alguém. Você não é paga para conversar. E seu colega de trabalho não pode te ajudar. O máximo que você vai conseguir é  um partidário seu, alguém favorável à sua situação e um provável inimigo de seu parceiro.
          Sempre que tenho oportunidade de falar sobre isto na igreja, digo que a gente só percebe que o problema não é tão monstrusoo assim só quando vai contar para alguém. Doeu demais  na hora, quando aconteceu, mas quando a gente vai contar, descobre o quão mesquinho fomos, então, para justificar nossa revolta, ao contarmos para alguém, a gente floreia toda a situação.Na verdade, florear nem é a palavra adequada.A gente acaba transformando em um monstro o outro, só para justificar nosso ponto de vista..
          Esquecemos que assim estamos criando problemas para o futuro.Nosso cônjuge confia que mantemos nossos problemas dentro de casa e nós estamos tornando público o que é por natureza privado:“O coração do seu marido está nela confiado. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida” (Prov 31:11-12)
          Sim, estamos criando um novo problema. Afinal, a raiva vai passar, o orgulho vai desinflar e então o casal vai ficar numa boa. Você vai querer compartilhar de novo com os amigos. E eles vão ficar revoltados contra o outro. Não acredito que ela ou ele se deixou enganar de novo!
          Nós estamos constantemente criando problemas para nós mesmo.Não é o diabo que cria nossos problemas, somos nós mesmo. O que pode acontecer é que ele aproveita as nossas rachaduras e transforma cada um delas em grandes precipícios, que nos destruirão.Mas somos nós que as principiamos com nossas cabeçadas.
           Algumas pessoas fazem pior; vão desabafar com o sexo oposto. O outro ouvinte vai vendo no  sofredor alguém necessitado de carinho, alguém carente e, quando você dá por fé, está envolvido em uma situação de adultério. e se pergunta como aconteceu. E a Bíblia diz:“Não adulterarás” (Ex 20:14).Fuja disto!

          Sejamos sinceros, muitas mulheres adoram esta situação. Estar sendo chaleiradas por outros homens por se acharem injustiçadas em suas casas. Já vi mulheres que ajem desta forma, destruirem seus lares. Muitas vezes lares que estavam indo muito bem sim, mas como elas  precisavam se sentir mais poderosas, capazes de seduzir outras pessoas, acabaram por jogar por terra o que já possuiam.

            Não podemos nunca tampar o sol com a peneira. Temos que ser como João, o Batista, que falava a verdade de forma dura. É por cuasa de nossa hipersensibilidade, nosso excesso de cuidado que muitos casamentos estão se destruindo. Não temos coragem de falar a verdade, doa a quem doer. Certas feridas, amados, devem ser tratadas sem anestesia.
           Muitas pessoas permitem toda e qualquer interferência externa em seu relacionamento.

. Feche seu cículo familiar

          Abrir a nossa relação para terceiros é um ato de deslealdade, até porque não temos a mínima noção do que acontecerá depois disto.Sejamos leal ao outro: . “o SENHOR foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal” (Mal 2:14).
          Expor nossas intimidades para terceiro pode causar males inimagináveis, afinal o coração alheio é terra desconhecida e devemos nos guardar dos que praticam a iniquidade e de pessoas que querem o mal apenas. Observe esta advertência bíblica:  “Guarda-te da mulher má…(Prov 6:24).
         A intimidades do lar não deve ser compartilhada com os outros. E entre estes outros estão principalmente Os Pais. Esta regra sendo quebrada trás prejuízos e tragédias que poderiam ser evitados com o silêncio. aquela pessoa que te ouve pode se virar como um uma ferramentta do maligno para destruir a tua vida.
        Resolva suas questões entre si. Não permita a interferêcnia de terceiros, por mais ben intencionados que  pareçam.
        Quando precisar de uma opnião de fora, procure um Conselheiro Matrimnial, alguém abalisado para isto.Que conheça a resposta a Luz da Palavra.
         Pense nisto e continue investindo em seu relacionamento à luz da Palavra de Deus. Afinal é seu melhor método, pois é o manual de usuário.

Postar um comentário